Inscreva-se para receber novidades, insights e dicas sobre gestão imobiliária diretamente em seu email.

Imobiliária nas redes sociais: como se destacar.

imobiliária nas redes sociais
25 de agosto de 2020
Compartilhe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

As redes sociais para imobiliária já mostraram o seu potencial de divulgação, ainda mais com o crescimento exponencial dessas plataformas no Brasil.

Contudo, devido à pandemia da Covid-19, o uso desses canais se expandiu ainda mais, visto que o marketing digital assumiu o protagonismo no mundo dos negócios, diante da necessidade de isolamento.

Nesse artigo você verá a importância das redes sociais e como destacar a sua imobiliária.

imobiliária nas redes sociais

Para o setor imobiliário, as mudanças causadas pelo novo coronavírus foram enormes: desde o pedido de renegociação de contratos de aluguel, até um cenário próspero, com aumento na venda de imóveis, por conta da redução das taxas de juros.

Além disso, o segmento precisou investir nas funcionalidades comunicativas das redes, pois elas permitem a troca de mensagens instantâneas sem a necessidade de contato presencial.

Ou seja, as redes sociais passam a ter um papel que vai além do marketing, mas também envolve o relacionamento com clientes, parceiros e colaboradores.

As vantagens da imobiliária nas redes sociais.

De acordo com o levantamento realizado pela TIC Domicílios e da We Are Social, cerca de 70% dos brasileiros usam a internet e 62% deste total estão nas redes sociais.

Ao todo, são mais de 126 milhões de pessoas ativas no Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn, entre outras plataformas.

Esses números reforçam a importância do investimento nas redes sociais, já que praticamente todos os usuários de internet do Brasil permanecem conectados a esses ambientes.

Além disso, as mídias são frequentemente usadas para pesquisas, como a busca por uma empresa de portaria e limpeza ou de outros segmentos.

Mas quais as vantagens das redes sociais para imobiliárias? Abaixo, separamos algumas delas. Confira!

Maior proximidade com o público.

Um dos principais benefícios das redes sociais é o bom relacionamento com o público. Afinal de contas, essas plataformas permitem o contato direto com os interessados, com a possibilidade de interagir com os usuários de forma mais descontraída e leve.

No mercado imobiliário, essa proximidade pode ser fundamental para os clientes, uma vez que eles se sentem mais à vontade com conversas tranquilas e isso pode influenciar na tomada de decisão.

Visibilidade e consolidação da marca.

Fortalecer a imagem de uma empresa, seja ela uma imobiliária ou um empreendimento de qualquer outro setor, não é uma tarefa simples. Ao contrário, exige dedicação e um esforço constante.

Afinal, mais do que criar um conceito, é preciso trabalhar uma imagem positiva junto ao público, para que assim a marca seja consolidada.

Com as redes sociais, é possível alcançar ótimos resultados de visibilidade, pois elas permitem o emprego de diversas estratégias de divulgação, além do seu grande alcance de audiência em todo o mundo.

Porém, para conquistar o reconhecimento, a recomendação é trabalhar com publicações de qualidade, que gerem valor para os clientes, com informações relevantes e um conteúdo que permita o engajamento e a interação dos seguidores.

Por esse motivo, é importante trabalhar com as postagens, mas também humanizar a marca. 

Sendo assim, quando uma imobiliária for tratar de instalações elétricas prediais, por exemplo, vale a pena criar uma publicação com dicas de como manter a integridade desses cabeamentos ou como a rede elétrica pode valorizar um imóvel.

Menor ciclo de vendas.

A jornada do consumidor no mercado imobiliário é muito mais longa, em comparação com os outros negócios. Isso porque comprar ou alugar um imóvel é um compromisso de longo prazo e que demanda altos investimentos, por isso, o processo decisório é complexo, já que o cliente deve levar em conta vários fatores.

No entanto, as redes sociais podem ser ótimas aliadas nesse sentido e até ajudar a encurtar o ciclo de vendas.

Com elas, os corretores podem oferecer tours virtuais aos clientes, com vídeos no YouTube, Vimeo, Facebook e Instagram, ou até mesmo fotos detalhadas de um imóvel.

Dessa forma, o cliente pode separar as casas ou apartamentos que mais gostou com base nas impressões das redes sociais, poupando tempo dos corretores e diminuindo o percurso da jornada de compras.

Melhor experiência do cliente.

As redes sociais permitem que a sua imobiliária trabalhe componentes emocionais e a proximidade com os consumidores, fatores que levam ao engajamento, a fidelização do público e prospecção de novos leads (potenciais clientes).

Além disso, pela facilidade de comunicação, essas plataformas permitem ouvir mais os seus seguidores e, com isso, a marca conquista o reconhecimento.

Para oferecer essa experiência, vale a pena aproveitar de uma das funcionalidades mais atrativas das redes: a segmentação do público-alvo.

Dessa maneira, a sua imobiliária pode produzir um conteúdo ainda mais assertivo e direcionado, para melhorar a experiência do cliente e aumentar as chances de venda.

Dicas para usar as redes sociais para imobiliárias.

Existem diversas redes sociais, cada uma com as suas especificidades, funções e recursos. Por esse motivo, a primeira recomendação é verificar quais as características de cada plataforma, para que o conteúdo seja produzido conforme essas singularidades.

A seguir, confira algumas dicas para usar as principais redes sociais na sua imobiliária

Facebook

O Facebook é a maior rede social do mundo. Cerca de 92% das empresas já estão conectadas na rede social e 70% dos usuários seguem, pelo menos, uma página de negócios, gerando mais de 645 milhões de visualizações e 13 milhões de comentários.

A principal recomendação é criar uma fanpage no Facebook e compartilhar conteúdos relevantes por lá.

A rede é muito democrática em questão de formato, por esse motivo, vale a pena investir na diversificação dos materiais, com artigos, fotos, vídeos, entre outros.

Além disso, a sua imobiliária pode criar um álbum de fotos para cada imóvel, ajudando na melhor visualização da propriedade.

Instagram

O Instagram é a rede social das imagens. As legendas das publicações suportam mais de 2 mil caracteres, porém as fotografias são as responsáveis por chamar a atenção na plataforma e conquistar seguidores.

Por esse motivo, as imobiliárias devem investir em boas imagens no Instagram e, além disso, aproveitar dos recursos e funcionalidades da rede, como o IGTV (para publicação de vídeos com mais de 1 minuto), as lives, entre outros. Os sorteios são bastante populares também.

YouTube

O YouTube já é considerado o segundo maior site de buscas da internet, perdendo apenas para o Google. Ou seja, é comum que os usuários pesquisem por produtos e serviços na rede social e, por conta disso, vale a pena criar um canal de vídeo para as imobiliárias.

Além de produções institucionais mostrando os imóveis, o YouTube pode ser usado para compartilhar conteúdo relevante, como materiais com dicas de decoração, turismo na cidade onde estão os imóveis, entre outras informações curiosas aos clientes.

No entanto, por se tratar de uma plataforma exclusiva de audiovisual, a sua imobiliária deve procurar uma produtora de vídeos para melhor elaboração do material, já que a qualidade de imagem e som interfere na experiência do usuário e na percepção que ele terá da sua empresa.

LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social profissional, bastante voltada para o networking. As imobiliárias podem criar uma página na plataforma e manter conexões com colegas, além de dar dicas sobre o mercado e compartilhar artigos mais técnicos.

Outra vantagem do LinkedIn é que ele pode ser usado para anunciar vagas de emprego, sendo possível fazer uma triagem de currículos pela própria plataforma.

Conclusão

As redes sociais são extremamente vantajosas para as imobiliárias, no entanto, é preciso se atentar às especificações de cada mídia para a produção de conteúdo direcionada. 

Além disso, o público exige uma boa experiência no consumo de materiais e não apenas propagandas invasivas e sensacionalistas. 

Por isso, conhecer quem são os seus seguidores e potenciais clientes é uma forma de orientar a produção e, com isso, melhorar o engajamento, visibilidade e reconhecimento da sua imobiliária. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.